quarta-feira, 19 de junho de 2013

Abaixo o preconceito! White Zinfandel Crane Lake 2011

Salut les amis!
Em matéria de vinhos, penso que devemos estar sempre abertos a novas experiências. Às vezes percebo que algum "enófilo" mais sério torce o nariz quando alguém fala que bebeu algum vinho mais simples gostosinho, mas eu nem ligo! Continuo aqui na boa bebendo uns moscatos e beaujolaisinhos, experimentando de tudo um pouco...
E eis que numa agradabilíssima noite de sábado fui jantar com minha mulher no Ville du Vin de Moema e acabei pedindo um vinho que me seduziu pela cor: um white zinfandel - que na verdade é um blush, como dizem os americanos - um rosé - mesmo sabendo da malfadada impressão que se tem sobre este tipo de vinho. Com o calor que estava fazendo e os pratos de frutos do mar que pedimos, este vinhozinho caiu muito bem! Visto a carapuça e reconheço: não me dei nem ao trabalho de fotografar o rótulo, mas depois pesquisando descobri que era um Crane Lake, safra 2011. Levinho, fresco, suave, com aromas de flores, de cerejas e ameixas, a minha mulher ficou encantada e eu também gostei. Às vezes é ótimo sair da mesmice, sem outras pretensões. E é um vinho que - pelas suas características de fruta e doçura - acompanhou bem da entrada à sobremesa.
Santé!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Já que você suportou ler até aqui, por favor deixe sua impressão, comentário, sugestão, palpite, imprecação...